Pesquisadores descobrem método capaz de prever gravidade da covid-19

Pesquisadores descobrem método capaz de prever gravidade da covid-19

O Instituto de Química de São Carlos (IQSC), da Universidade de São Paulo, identificou um método com o potencial de detectar a gravidade da infecção por covid-19 a partir da análise de plasma sanguíneo. O sistema pode servir como ferramenta de triagem no atendimento dos infectados e ajudar a evitar quadros de evolução da doença. O estudo foi publicado na revista científica Journal of Proteome Research.

De acordo com a pesquisa, os pacientes infectados tiveram variações na concentração de seis substâncias encontradas no sangue, chamadas de metabólitos, sendo elas glicerol, acetato, 3-aminoisobutirato, formato, glucuronato e lactato. As análises revelaram que, quanto maior o desequilíbrio na quantidade dessas substâncias no início da infecção, mais graves eram os quadros de saúde desenvolvidos pelos pacientes.

As amostras de plasma sanguíneo verificadas são de 110 pacientes com sintomas gripais que passaram pelo Hospital da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) em 2020. Durante o período, 57 deles não estavam infectados por covid-19 e os outros 53 eram casos positivos recentes da doença.

Conforme apontado pelo IQSC, os resultados do estudo podem contribuir para o desenvolvimento de um novo protocolo clínico que ajudaria médicos e hospitais a identificarem o desenvolvimento mais grave da doença, e ajudaria a prevenir a evolução nos primeiros dias de sintomas.

 

Texto: Victor Ferreira

Share this post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.