MEC e Google fecham acordo para oferecer ferramentas de educação

MEC e Google fecham acordo para oferecer ferramentas de educação

O Ministério da Educação (MEC) firmou um acordo de cooperação com a empresa norte-americana Google para oferecer ferramentas digitais de apoio acadêmico a professores e estudantes. A iniciativa faz parte da Política Nacional de Recuperação da Aprendizagem, que pretende reduzir a evasão escolar e melhorar o desempenho dos alunos que sofreram com os impactos educacionais gerados pela pandemia de covid-19.

Segundo o MEC, serão disponibilizados quatro serviços. O primeiro é o Google Workspace for Education Fundamentals: um pacote gratuito de ferramentas com base flexível de aprendizagem, colaboração e comunicação. Já o Seja Incrível na Internet oferece um programa de cidadania digital com trilhas de capacitação para educadores, planos de aulas e atividades.

Outra função é o Grasshopper, um aplicativo de programação para iniciantes, com ensino de pensamento computacional, e também o programa com treinamentos gratuitos Google Cloud Capacita+, que possibilita a formação de profissionais em tecnologias de nuvem.

Segundo o Ministério da Educação, o MEC tem traçado, nos últimos meses, um diagnóstico da situação educacional básica no país. Um levantamento feito pela pasta mostra que apenas 30% dos estudantes do 3º ano do ensino fundamental estão no estágio de desenvolvimento esperado. O ministério informou ainda que cerca de 45% dos 98% não dominam as quatro operações básicas da matemática.

A evasão escolar também mais que dobrou no ensino médio, passando de 2,3% para 5%. Os resultados foram mapeados através de uma plataforma de avaliação e desempenho disponível de forma gratuita para as redes pública e privada. Até agora, cerca de 5 milhões de alunos em mais de 2 mil municípios foram cadastrados no sistema de avaliação.

 

Texto: Victor Ferreira

Share this post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.