Procurador norte-americano diz que navegação anônima do Google não é privada

Procurador norte-americano diz que navegação anônima do Google não é privada

Segundo o procurador-geral do estado norte-americano do Texas, Ken Paxton, os dados de usuários do Google são coletados pela companhia mesmo pelo modo de navegação anônima. No início do ano, o programador abriu um processo contra a companhia, baseado no registro de violações das políticas de privacidade.

No mês de janeiro, o Distrito de Columbia e três outros estados entraram com ações separadas contra a empresa, alegando práticas enganosas de rastreamento de localização que invadem a privacidade dos utilizadores. A navegação anônima é uma função que deveria implicar na não-coleta do histórico de pesquisa, atividade e localização do usuário.

O processo aberto pelo procurador diz que dados altamente pessoais ainda podem permanecer expostos ao Google, como por exemplo, histórico médico e a orientação política ou sexual daquele que acessar tais informações pelo navegador. Anteriormente, Paxton disse que a companhia mentiu ao rastrear a localização dos consumidores mesmo quando eles tentavam impedir isso.

 

Texto: Victor Ferreira

Share this post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.