Acordo entre o TSE e o Spotify prevê o combate de notícias eleitorais falsas

Acordo entre o TSE e o Spotify prevê o combate de notícias eleitorais falsas

O Tribunal Superior Eleitoral informou que a Justiça Eleitoral e a plataforma de streaming de áudio Spotify firmaram um acordo para combater a desinformação nas eleições deste ano. O Spotify ficou encarregado de identificar as páginas da plataforma que trouxerem notícias falsas sobre a eleição, e, a partir disso, direcionar os usuários até a página da Justiça Eleitoral, onde será possível obter informações de fontes oficiais.

O TSE se comprometeu a disponibilizar dados importantes e relatórios eleitorais para a empresa. O acordo também prevê um canal de comunicação exclusivo entre o Spotify, o TSE e os tribunais regionais eleitorais (TREs), para a análise dos conteúdos com possíveis notícias falsas. A parceria permanece em vigor até o dia 31 de dezembro de 2022, quando termina o ciclo eleitoral.

 

Texto: Victor Ferreira

Share this post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.