Mineira presa na Tailândia é condenada a 9 anos e meio de prisão

Mineira presa na Tailândia é condenada a 9 anos e meio de prisão

A mineira Mary Hellen Coelho Silva, de 22 anos, presa na Tailândia em fevereiro deste ano foi condenada a 9 anos e 6 meses de prisão por tráfico internacional de drogas. A sentença foi declarada nesta quarta-feira (11), e comunicada aos advogados horas depois, na madrugada de hoje (12), por um e-mail do consulado brasileiro. Os representantes de defesa aguardam a sentença completa para iniciar tentativas de extradição, para que Mary Hellen possa cumprir pena no Brasil.

A possibilidade passou a ser considerada após a Polícia Federal prender, no dia 5 de maio, uma mulher suspeita de aliciar Mary Hellen e outros brasileiros por tráfico, e foi confirmado que Mary Hellen agiu como mula de drogas. Além da jovem, outros dois brasileiros também foram presos. Um deles acompanhava a mineira, e o outro foi preso na cidade de Bangkok, no mesmo dia. No total, os três transportavam 15,5 quilos de cocaína, identificadas no aeroporto, por meio de um sistema de raio-x. 

A mineira trabalhava em Porto Alegre, e pediu demissão dias antes de realizar a viagem, sem avisar a ninguém. A situação só foi descoberta através de um áudio que ela enviou para a irmã, no Brasil. A família temia pela vida da jovem, pois, na Tailândia, infrações deste porte podem levar à pena de morte ou prisão perpétua.

 

Texto: Victor Ferreira

Share this post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.