Rússia é suspensa do Conselho de Direitos Humanos da ONU

Rússia é suspensa do Conselho de Direitos Humanos da ONU

No início da tarde de hoje (07), a Assembleia Geral das Nações Unidas suspendeu a Rússia do Conselho de Direitos Humanos. Durante a reunião, foram alegadas violações e práticas abusivas pelas tropas russas na Ucrânia, apesar da Rússia negar que civis tenham sido atacados. A medida é inédita contra um membro permanente do Conselho de Segurança das Nações Unidas, e não havia acontecido nem mesmo durante a Guerra Fria. 

A iniciativa, liderada pelos Estados Unidos (EUA), teve 93 votos a favor, 24 contrários e 58 abstenções. Para suspender o país, uma maioria de dois terços dos 47 membros votantes foi necessária. Em 2011, a Líbia também foi desvinculada da ONU, devido a violência contra manifestantes por forças leais ao ex-líder Muammar Kadafi.

A Rússia já havia alertado os países que um voto sim ou abstenção seria visto como um “gesto hostil”, e poderia gerar consequências para os laços bilaterais. O Brasil optou pela abstenção e consolidou a postura de afastamento em relação às potências ocidentais. No total, 58 países resolveram seguir o exemplo. Entre eles, México, Arábia Saudita, África do Sul, Egito, e um número elevado de governos africanos.

 

Texto: Victor Ferreira

Share this post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.